HQ da vida #112 – Memória LGBTI no contexto da ditadura

Sigam:
Dimitra Vulcana: @dimitravulcana (twitter e instagram)
Julian Vargas @pintocore (twitter) e @juliansagrav (instagram) Indicações de leituras:
A representação das identidades nos espaços homoeróticos de Belo Horizonte (1970-1985). In: GARCIA, Wilton (Org.). Imagem e diversidade sexual: Estudos da homocultura. São Paulo: 2004. p. 69-77. Paraíso das Maravilhas: uma história do Crime do Parque. Belo Horizonte: Argvmentum, 2008. 327p. (2a edição pela Ed. Fino Traço) Entre documentos e silêncios: a rede social de homossexuais em Belo Horizonte na década de 1960. E-COM, Belo Horizonte, v. 2, p. 3, 2009.
Link: “Miloca que virou David”: intersexualidade em Belo Horizonte (1917-1939). Bagoas: revista de estudos gays, Natal, UFRN, v. 6, n. 8, p. 147-169, jul./dez/ 2012.
Link: Por baixo dos panos? Repressão ao segmento LGBT em Belo Horizonte (1963-1969). In: GREEN, James N.; QUINALHA, Renan (Orgs.). Ditadura e homossexualidades: repressão, resistência e a busca da verdade. São Paulo: Ed. UFSCAR, 2014. p. 53-81. Um Febrônio belo-horizontino? O caso Guaraci do Nascimento. E-hum, v. 9, p. 93-108, 2016.
Link: Se correr o bicho pega… repressão policial a gays e travestis nos anos 1970 em Belo Horizonte. In: DELLAMORE, Carolina; AMATO, Gabriel; BATISTA, Natália (orgs.). A ditadura aconteceu aqui: a história oral e as memórias do regime militar. São Paulo: letra e Voz, 2017. p. 193-210. Performatividade, resistência e identidade de gênero: o caso Ricardo Demoprat Marschall (Belo Horizonte, 1961-1966). Trabalho apresentado no I Colóquio Políticas da Performatividade, da Faculdade de Direito e Ciências do Estado da UFMG. Belo Horizonte, 14 de junho de 2018. Vestígios de protoativismo LGBTQIA em Belo Horizonte (1950-1996). Rebeh – Revista Brasileira de Estudos da Homocultura, [S.l.], v. 1, n. 4, p. 62-76, fev. 2019. ISSN 2595-3206. Disponível em: . Neste episódio: Dimitra Vulcana e Julian Vargas
Equipe: Aline Koroglouyan, Alice Santos, Beatriz Santos, Dani Balbi, Dimitra Vulcana/Dann Carreiro, Julia Morena, Julian Vargas, Rodrigo Retka.
Edição de áudio: Gautério Nicoli
Capa: Julia Morena
Pauta: Dimitra Vulcana e Julian Vargas.
Direção: Dimitra Vulcana / Dann Carreiro.
Produção: Dimitra Vulcana / Dann Carreiro.
Criação: Dimitra Vulcana / Dann Carreiro.
Mídias Sociais: Dimitra Vulcana / Dann Carreiro.
Vinheta: Léo Mogli (Galera do Rau Podcast)
Fale conosco pelo email hqdavida@gmail.com
Mais informações para os links mencionados neste programa, acesse www.hqdavida.com.br
Ajude-nos a manter o podcast no ar, contribua em www.padrim.com.br/hqdavida ou em www.apoia.se/hqdavidacom a quantia que desejar.
#MULHERESPODCASTERS, #LGBTPODCASTERS, #PODCASTERSNEGROS #PODOSFERAPRETA
Depois do sucesso do Mulheres Podcasters (iniciativa do Programa Ponto G), desenvolvida para divulgar o trabalho de mulheres na mídia podcast e mostrar para todo ouvinte que sempre existiram mulheres na comunidade de podcasts Brasil, agora o HQ da vida está encampando a hashtag #LGBTPODCASTERS, sempre usem essas hashtags para incentivar e divulgar a diversidade na podosfera. Além desta temos as do movimento negro que são utilizadas #PODCASTERSNEGROS e #PODOSFERAPRETA
O HQ da vida apoia essa iniciativa, vai ficar de fora?
#HQAcessível: foto da década de 70 de protestos com uma galera e aparece uma faixa parcialmente visível escrita “discriminação contra homossexuais”. No canto inferior direito está escrito o nome do episódio “Memória LGBTI no contexto da ditadura” e na parte esquerda inferior está escrito “HQ” em amarelo e “da vida” em azul. No canto superior direito está escrito #112.]]>