#50 Doutora Drag – Drag queens: utopia, arte e política sobre o corpo?

https://www.youtube.com/watch?v=l9QsRO9NgSg) Existe muita confusão sobre Drag Queens, né? Hoje no vídeo eu trago pra vocês uma perspectiva antissistêmica da Drag Queen e desmistifico alguns equívocos que as pessoas têm sobre Drag, pra isso eu traço um percurso histórico desde a tragédia grega e reforço no período da transição do mercantilismo para o capitalismo para mostrar como o sistema capitalista para regular corpos e sexualidades para que o trabalho de produção de pessoas para produzir produtos seja mantido.
Algumas perguntas que são respondidas no vídeo:
Drag Queen é a mesma coisa que identidade de gênero como trans? Drag é womanface (espécia de blackface só que misógino) Drag pode ser considerado uma figura anárquica? Drag contesta papéis de gênero ou reforça estereótipos? Siga Dimitra Vulcana: Twitter: www.twitter.com/dimitravulcana, Instagram: www.instagram.com/dimitravulcana Facebook: www.facebook.com/dimitravulcana/ — Siga HQ da vida: Twitter: www.twitter.com/hqdavida Instagram: www.instagram.com/hqdavida Facebook: www.facebook.com/doutoradrag/ Acessem o canal Vegano Vitor: https://www.youtube.com/channel/UC5ed... ¯`•._.••¸.-~*´¨¯¨`*•~-.,-( APOIE O HQ DA VIDA )-,.-~*´¨¯¨`*•~-.¸••._.•´¯ www.padrim.com.br/hqdavida apoia.se/hqdavida © Copyright 2019 – Doutora Drag. Proibida a reprodução sem autorização prévia. Fontes utilizadas:
Podcast HQ da vida sobre Operação Tarântula: https://www.spreaker.com/user/halfdea... Bibliografia em formato APA:
Amanajás, I. (set-dez de 2014). Drag Queen: um percurso pela arte dos atores performistas. Revista Belas Artes, 1-24. Baker, R. (1995). Drag: A History of Female Impersonation in the Performing Arts. New York, Estados Unidos: NYU Press. Cavalcanti, C., Barbosa, R. B., & Bicalho, P. P. (2018). Os Tentáculos da Tarântula: Abjeção e Necropolítica em Operações Policiais a Travestis no Brasil Pós-redemocratização. Psicol. cienc. prof, 38, 175-191. doi:10.1590/1982-3703000212043 Engels, F. (2019). A origem da família, da propriedade privada e do Estado. (N. Schneider, Trad.) São Paulo: Boitempo. Federici, S. (2019). Mulheres e a caça às bruxas: da Idade Média aos dias atuais (1 ed.). (H. R. Candiani, Trad.) São Paulo: Boitempo. Jardim, S., & Izzo, F. (15 de Julho de 2016). Reconhecendo estereótipos racistas na mídia norte-americana. Fonte: Medium: https://medium.com/@suzanejardim/algu… Livingston, J. (Diretor). (1990). Paris is Burning (Original) [Filme Cinematográfico]. Estados Unidos da América. Moreira, R. (Produtor), & Moreira , R. (Diretor). (1988). Hunting Season (Original) [Filme Cinematográfico]. Estados Unidos da América. Newton, E. (1972). Mother camp: female impersonators in America. Chicago : The University of Chicago Press. Payton, G. H., Mock, J., Cragg, N., Murphy, R., & Mabry, S. H. (Diretores). (2018). Pose (season 1) [Filme Cinematográfico]. Preciado, P. B. (2017). Manifesto contrassexual: práticas subversivas de identidade sexual. (M. P. Ribeiro, Trad.) São Paulo: n-1 edições. Treadway, T. (Produtor), France, D., Blane, M. (Escritores), & France, D. (Diretor). (2017). The Death and Life of Marsha P. Johnson (Original) [Filme Cinematográfico]. Estados Unidos da América. #Doutoraacessível; Dimitra de cap revolucionário, ao canto tem o nome do episódio e a moldura da capa é com as cores do arco-íris.]]>