#109 Doutora Drag – Não pode chamar de genocida!

Bolo de Cenoura Vegano:

Ingredientes
Bolo:
• 3 cenouras em pedaços
• suco de 2 laranjas
• 1/2 copo de óleo
• 1 copo de açúcar
• 3 copos de farinha de trigo
• 1 colher de sopa de fermento químico
Cobertura:
• 200 ml de leite de coco
• 7 colheres de sopa de cacau em pó
• 7 colheres de sopa de açucar
Modo de Preparo
Bolo:

  1. No liquidificador bata todos os ingredientes, exceto a farinha de trigo e o fermento, que devem ser colocados em um recipiente à parte, e misturados com uma colher de pau aos ingredientes já batidos do liquidificador.
  2. Unte uma forma com óleo e polvilhe farinha de trigo.
  3. Despeje a massa do bolo que deve estar uniforme.
  4. Leve ao forno, preaquecido por aproximadamente 45 minutos.
    Cobertura:
  5. Em uma panelinha misture todos os ingredientes, leve ao fogo até que forme uma calda lisa, sem pedaços.
  6. Reserve a calda e a despeje sobre o bolo tão logo o tire do forno.
    Informações Adicionais
    • Dica: Aqui em casa o pessoal come ainda quente, e se preferir que a calda penetre mais no bolo, corte-o ainda quente em fatias, e depois despeje a cobertura-
    Fonte: https://www.tudogostoso.com.br/receita/165540-bolo-de-cenoura-vegano.html

Apoie nosso projeto no Apoia.se e siga a gente na Twitch e também estamos agora no Discord

Siga Dimitra Vulcana no (Twitter e Instagram)

1 – Compre livros da Boitempo pelo link e nos ajude também, aproveite e use o cupom doutoradrag pra descontos
2 – Compre nossas camisetas na Veste Esquerda e ajude o Canal ( use o cupom doutoradrag a gente não ganha nada com isso, mas é um desconto pra você inscrito).
3 – Participe do canal no telegram para informes de vídeos e dos grupos de estudos
4 – Use o cupom doutoradrag para obter descontos na Veste Esquerda, Baioneta, Autonomia Literária e Boitempo (a gente não ganha nada com isso, mas é um desconto pra você inscrito).

Se você leu até aqui, parabéns! A referência do vídeo é essa: ZETKIN, C. Como nasce e morre o fascismo. Tradução de Eli Moraes. São Pauo: Autonomia Literária, 2019. 128 p.